Menu

Publicidade

Calendário de Pagamento e Quem tem Direito ao Auxilio Emergencial

De modo geral, o pagamento do Auxilio Emergencial para o ano de 2021 já foi definido com novas regras e valores. Assim, tudo começa a ser enviado no dia 06 de abril para o público geral que faz parte do programa. Vale lembrar, que todos os que receberam a parcela parte até dezembro continuam dentro dos que recebem as novas parcelas em 2021. No entanto, o programa não vai permitir novas inscrições para receber as novas parcelas para esse ano. Dessa forma, o calendário vai seguir até o mês de agosto.

Porém, os valores das parcelas podem mudar de acordo com o perfil de cada um dos beneficiários. Por exemplo, R$ 375, R$ 250 e R$ 150. Mas, grande parte das pessoas ainda não tem acesso ao calendário de pagamento atualizado para esse ano.

Calendário do Auxilio Emergencial de 2021 para público geral:

Primeiro, para as pessoas que fizeram a inscrição por meio do aplicativo ou recebeu os valores do beneficio por meio do Cadúnico. O calendário abaixo possui todas as datas em que o dinheiro, creditado na poupança social digital do Caixa Tem. Vale lembrar que são feitos de acordo com a data de nascimento de cada um com direito ao auxilio.

Calendário de Pagamento do Auxilio Emergencial de 2021

Calendário para transferências e saques de 2021 do auxilio:

Apenas após um certo período em que o dinheiro fica creditado no Caixa Tem, é que os beneficiários podem fazer transferências e saques dos valores. Portanto, podem fazer transferências bancárias, pagamentos por meio do PIX e saques. Embora o dinheiro fique na conta do Caixa Tem, ele fica liberado para uso apenas para pagamento de contas e uso de cartão virtual. Apenas após o período das datas abaixo é que o dinheiro fica liberado para movimentações. Confira abaixo as datas do calendário para saques e transferências do auxilio emergencial 2021:

Calendário de Pagamento do Auxilio Emergencial de 2021

Calendário Bolsa Família do Auxilio Emergencial 2021:

De acordo com dados do Ministério da Cidadania, o calendário de pagamentos do auxílio no ano de 2021 segue o mesmo usado no Bolsa Família. Sendo assim, todos que fazem parte do programa tem a suas datas para receber os valores de acordo com o NIS. Veja abaixo:

Qual o valor que vou receber de auxilio em 2021?

Todos os que recebem o Bolsa Família, devem receber o valor máximo do auxilio emergencial, caso maior do que a quantia recebida no programa. Isso porque, nesse caso o valor do auxílio fica em prioridade. Em geral, são quatro parcelas que devem ser pagas no ano de 2021. Dessa forma, o valor de R$ 250 para famílias, R$ 150 para quem mora sozinho e R$ 375 para mães solteiras. Vale deixar claro que se o beneficiário do Bolsa Família, receber os valores do auxilio, o valor do programa vai ficar suspenso durante os meses de auxílio.

Qual conta o auxilio emergencial vai ficar depositado?

Primeiro, para os beneficiários do programa Bolsa Família, os valores devem ficar liberados na conta informada no cadastro. Contudo, todos os demais inscritos no Bolsa Família recebem os valores por meio da poupança digital social. Ou seja, por meio do aplicativo Caixa Tem.

Quem tem direito ao Auxilio Emergencial?

Recentemente, o Governo Federal anunciou o pagamento de mais quatro parcelas do auxilio emergencial para o ano de 2021. No entanto, novas regras se aplicam para os pagamentos feitos para esse ano. Além disso, os valores das parcelas podem variar de acordo com o perfil de cada um dos beneficiários. Dessa forma, os valores já começam a ser pagos no mês de abril para as pessoas que atendem a todos os critérios exigidos para receber o benefício. De acordo com o Ministério da Cidadania não vai ser preciso fazer cadastro para receber o benefício. Isso porque, a princípio, todas as pessoas que recebia o auxilio em 2020 tem direito a receber os valores em 2021.

Como saber se tenho direito a receber o Auxilio Emergencial em 2021?

De modo geral, novas regras foram definidas para que tenha direito a receber os valores do beneficio neste ano de 2021. Portanto, todas as novas regras foram definidas de acordo com a Medida Provisória 1.039/2021. Primeiro, apenas uma pessoa por família pode receber os valores do auxilio emergencial em 2021. Então, a mulher chefe de família tem direito de receber o valor de R$ 375, já as pessoas que moram sozinhos recebem o valor de R$ 150. Mas, os demais casos de pessoas devem receber o valor de R$ 250 referente ao auxilio emergencial. Sendo assim, todas as pessoas que receberam os valores do beneficio em dezembro de 2020, tem direito de receber os valores caso atenda os critérios exigidos.

Quais os critérios para receber o Auxílio Emergencial em 2021?

  • Ter mais de 18 anos de idade. No entanto, em casos de mães adolescentes com idade entre 12 a 17 anos, podem receber os valores.
  • Não tem emprego formal de modo ativo.
  • O beneficiário não pode ter recebido dinheiro de outros tipos de benefícios. Por exemplo, previdência, assistência, trabalhista ou transferência de renda federal. Porém, o Bolso Família e abono salário são considerados como exceção.
  • Não pode ter uma renda mensal familiar per capita maior que meio salário mínimo.
  • Também não pode ser membro de família com renda total maior que três salários mínimos ao mês.
  • O interessado não pode morar no exterior.
  • Em 2019 não pode ter recebido mais de 28.559,70. Ou seja, ter feito a declaração de IR.
  • Até 31 de dezembro de 2019 não pode ter tido a posse ou propriedade de bens ou direitos com valor acima de R$ 300 mil.
  • Não ter tido rendimentos tributáveis ou tributados maior que R$ 40 mil.
  • Também não pode ter sido incluído na declaração de imposto de renda como dependente. Por exemplo, como cônjuge, companheiro com qual tenha filhos e enteado ou filhos de até 21 anos. Também para filhos ou enteado de até 24 anos que estejam matriculados em instituições de ensino superior, técnico ou médio.
  • Sobretudo, não pode estar preso em regime fechado ou ter o CPF com vínculo.
  • O interessado não pode ter indicado de óbito no SIRC ou SISOB.
  • A extensão ou auxílio emergencial não pode ter ficado cancelada.
  • Ter feito movimentações com o dinheiro do auxilio emergencial em 2020.
  • Por fim, não pode ser um estagiário, beneficiários de bolsas de estudos em nível municipal, estadual e federal. Assim como também não pode atuar como residente.

Atenção:

Vale ressaltar, que todos os trabalhadores formais que deixaram de receber remunerações por ao menos três meses, tem direito a receber os valores do auxilio emergencial em 2021. No entanto, ainda sim, devem cumprir com todos os requisitos exigidos pelo programa para receber os valores. Além disso, precisam ter recebido o auxilio em dezembro do ano de 2020, já que as inscrições para esse ano não podem ser feitas.

Quais os critérios para quem recebe o Bolsa Família?

Para quem recebe o Bolsa Família, o maior valor é quem prevalece. Por exemplo, caso o dinheiro do auxilio emergencial seja maior do que o do programa, vai receber a parcela maior. Porém os valores não se acumulam, e caso receba o valor do auxilio, o dinheiro do Bolsa Família fica suspenso durante a fase de pagamento das quatro parcelas. Mas, caso o valor seja maior, vai continuar com os mesmos valores. Todos os que recebem o Bolsa Família devem receber uma mensagem com o extrato de pagamento e todos os dados sobre o auxílio emergencial para esse ano de 2021.

Como saber se vou receber ou não o auxílio em 2021?

Em geral, a Dataprev, vai ficar responsável em fazer a análise de todos que receberam as parcelas do auxílio em dezembro do ano passado. Assim podem definir quem vai receber os valores do benefício no ano de 2021. Segundo dados divulgados, a análise vai ficar finalizada no fim do mês de março. Sendo assim, a partir do início de abril já pode acessar o portal de consultar para saber se vai ou não receber o auxílio.

Para fazer a sua consulta basta acessar o site da dataprev. Em seguida deve preencher os campos com seu nome, nome da mãe, data de nascimento e CPF. Então, vai saber quais dos valores ficaram aprovados para receber as quatro parcelas em 2021. Portanto, os valores são creditados na poupança social digital no Caixa Tem, para os beneficiários do Bolsa Família, os valores ficam creditados na conta de deposito de programa.

Agora que já sabe como consultar o auxílio emergencial para saber se tem direito ou não a receber as novas parcelas em 2021. Não perca mais tempo e verifique se vai receber o beneficio nesse ano. Caso esteja dentro de todos os critérios exigidos e tenha aprovação, o dinheiro fica creditado dentro do calendário do auxílio emergencial 2021.

 

Recomendados

Termos de Uso / Entrar em Contato / Política de privacidade © 2021 - Todos os direitos reservados.
Nosso site utiliza cookies para garantir que você tenha uma otima experiência. OK | Mais informações