Menu

Publicidade

Desistência e Reativação de Cota de Consórcio - Saiba Mais!

Quem pretende fazer um consórcio primeiro, deve fazer aquisição de sua Cota de Consórcio, para realizar os sonhos por meio dessa opção de compra. Em seguida, deve pagar as parcelas em dia para fazer parte das assembleias mensais feitas pela empresa que administra o consórcio. Afinal, pode meio desses eventos os membros do grupo têm a chance de receber a contemplação com a carta de crédito. Contudo, grande parte das pessoas não sabem sobre solicitar desistência ou reativação de uma cota de consórcio. Mas, saiba que esses procedimentos são essenciais para manter a sua situação regular junto a empresa que administra o consórcio. Pensando em te ajudar a ficar por dentro sobre o assunto. Nesse post, separamos todos os dados sobre desistência e reativação de cota de consórcio.  Veja abaixo:

Desistência e Reativação de Cota de Consórcio

Como funciona a Desistência de cota de Consórcio?

Antes de mais nada, essa prática acontece quando um consorciado expressa para a empresa que administra o consórcio e deseja abrir mão de sua cota. Ou seja, deseje deixar de fazer parte do seu grupo de consorciados. Então, ao cancelar a sua cota, o titular encerra a sua obrigação de pagar as parcelas seguintes todo mês. Mas, também deixe de ter o direito de receber a carta de crédito por meio de lance ou sorteio. Vale deixar claro que se trata de uma prática muito comum, ainda mais com pessoas que passam por dificuldades nas finanças e não conseguem manter mais as parcelas do consórcio em dia. Por exemplo em casos de problemas de saúde ou desemprego.

Porém, também acontece quando uma pessoa possui pressa em adquiri um bem e desejam buscar outros meios para comprar o que deseja de modo mais rápido. Independente de qual seja o caso, antes de decidir por essa opção, deve entrar em contato com a empresa que administra o seu consórcio para falar sobre a sua situação. Isso porque, a empresa pode encontrar outros meios para evitar que cancele o seu consórcio, com condições especiais. Como redução de valor das parcelas, adequação do crédito que possui ou até mesmo negociar parcelas vencidas.

Quem desiste do consórcio pode resgatar de volta os valores?

As pessoas que desistem de um consórcio têm o direito de receber de volta todos os valores que investiu antes de cancelar a sua cota. Porém, deve levar em conta, o momento em que cancelou a sua cota, para que saiba os valores que pode receber de volta. Existem dois casos em que o reembolso de modo integral dos consórcios acontece. Primeiro, em casos de desistência no prazo de 7 dias após assinar contrato. Sendo assim, nesse caso, a cota deve ter sido comprada fora da administradora. Onde o titular do consórcio ainda não fez parte de nenhuma assembleia.

Já na segunda situação, acontece quando o consorciado não concorda com os termos do seu contrato de consórcio ao checar os termos na venda. Portanto, decide não prosseguir com a contratação do processo. Então, existem descontos sobre o valor pago apenas quando o consorciado já tenha participado de pelo menos uma assembleia mensal. Afinal, nesse tipo de situação existe a cobrança de multas, taxa de administração, seguros, fundo de reserva e outros.

Desistência e Reativação de Cota de Consórcio

Como funciona a reativação de cota de consórcio?

Todos os consorciados que cancelaram a suas cotas de um consórcio, podem reativar a cota junto a administradora para voltar a fazer parte de um grupo. Esse processo também tem validade para as pessoas que tiveram as suas cotas canceladas após ficar mais de três meses sem pagar as parcelas. Assim, pode negociar os débitos em aberto com a empresa para que volte a ficar em uma situação regular. Contudo, para isso, deve existir uma vaga disponível para que reative a sua cota. Vale lembrar, que as cotas podem ser negociadas mesmo com os consórcios em andamento, por isso não tem a certeza de que sua vaga ainda vai estar disponível.

Além disso, a reativação de uma cota de consórcio acontece apenas quando o consorciado efetua o pagamento da parcela do mês atual junto com os juros das parcelas em atraso e a multa. Entretanto, o valor das parcelas em atraso pode ser pago entre os próximos pagamentos ou quando receber a contemplação com a carta de crédito para comprar o bem que deseja adquirir.

Posso mudar de grupo em um consórcio?

Existem muitas dúvidas na hora de reativar a cota se pode mudar de grupo de consorciado. Isso se torna ainda mais comum quando não existe vaga disponível no instante do retorno. Mas, a lei dos consórcios veta essa prática. De acordo com os termos de consórcio, um grupo é autônomo aos demais, e não se confundem, já que cada um possui foco de aquisição de um bem próprio.

Ao reativar a cota de consórcio o valor da carta de crédito pode mudar?

Os valores da carta de crédito podem variar de acordo com o tipo de bem que deseja comprar por meio do seu consórcio. Sendo assim, após reativar a sua cota existe a chance de que o saldo final da sua carta de crédito seja diferente. Mas, pode ter a chance de que o próprio consorciado deseje uma carta de crédito com valor maior ou menos na hora de reativar a sua cota.

Para definir esse valor a empresa que administra o consórcio leva em conta o valor pago pelo consorciado e o fundo em comum que o grupo possui. Portanto, precisa definir o valor das parcelas de modo justos, para que tudo seja compreendido de modo fácil. Em todos os casos precisa analisar todos os detalhes sobre a administradora, para que fique por dentro das alterações.

Por fim, vale deixar claro que nossa dica é que opte pelo cancelamento do seu consórcio apenas como uma última opção. Então, antes de optar por essa opção, busque avaliar novas propostas com a empresa que administra o consórcio para que siga com sua cota ativa.

Recomendados

Termos de Uso / Entrar em Contato / Política de privacidade © 2021 - Todos os direitos reservados.
Nosso site utiliza cookies para garantir que você tenha uma otima experiência. OK | Mais informações